29 de junho de 2007

POR QUE ADOTAR UM ANINAL ADULTO?

POR QUE ADOTAR UM ANIMAL ADULTO?
por Nina Hinerich

A gratidão dos animais adultos, quando adotados por pessoas que lhes dêem amor, é muito grande, além disso, os animais adultos já têm maturidade e tentam compreender o ambiente ao redor com o intuito de agradar àqueles que o acolheram.

Quando um animal adulto é acolhido ele pode revelar faces de sua personalidade que até então mantinha oculta. Como uma alegria antes nunca demonstrada por ele.

Contrariando o pensamento de muitas pessoas, animais adultos se adaptam a novos lares tão bem quanto os filhotes. E ainda tornam-se companheiros, fieis, carinhosos, amigos e gratos por receberem, abrigo, alimentação, atenção e amor.Quando você adota um animal adulto já sabe o seu tamanho, temperamento, personalidade. Ao contrário do filhote que é pequenino, travesso, sempre pulando, correndo, fazendo arte, escalando cortinas...Porém ele vai crescer bem mais depressa do que você supunha, então ele começará gradativamente a se tornar diferente daquilo que você pensava (sim, porque acabamos imaginando que uma vez filhote sempre será filhote, mas ele vai crescer, se tornar adulto, mudar alguns hábitos...).
É uma grande ilusão achar que adotando um filhote você o "moldará" à sua maneira, não: eles formarão sua própria personalidade e você pode se decepcionar quando perceber que aquela bolinha peluda que escalava suas pernas no seu colo agora só aceita colo quando ele sente vontade.
A adaptação de um filhote e de um animal adulto é praticamente igual.
No primeiro dia ele precisará saber onde vai fazer suas necessidades fisiológicas, onde vai comer, tomar água e dormir – isso ele aprende de imediato, cabe aqui ressaltar que a comida, água e cama, não devem ficar próximas à sua caixa de areia.
Nos primeiros dias ele (tanto o filhote quanto o animal adulto) estranhará o novo ambiente, poderá mostrar-se receoso, tímido, inseguro, ansioso, miando ou latindo muito. Você e sua família deverão ser pacientes e tratarem o recém-chegado com muito amor e carinho.
Se houver crianças no novo lar do animal elas deverão ser orientadas para diminuírem o ritmo das correrias e gritarias em suas brincadeiras, pois isso certamente assustará muito o animal que ainda não conhece a rotina da casa, pois será aos poucos que ele se acostumará a sua nova morada.
Nina Hinerich
Portal-voz Animal
http://www.portavozanimal.com

*Este artigo pode ser publicado livremente em Revistas, Jornais, Newsletters e outros meios de comunicação, desde que a biografia do autor permaneça intacta e a fonte do artigo seja citada. Fonte do Artigo: www.greepet.vet.br

13 comentários:

Sandra disse...

Acho que isso depende da situação. E se a pessoa adotar um animal adulto que morava em outra casa e por algum motivo o dono teve que doá-lo? Será que o cão não vai se sentir abandonado? Sentir falta do ex-dono? Nunca adotei um cão adulto, pois tinha medo dele não se adaptar.

jessyka Carvalho disse...

Bom, por acaso encontrei este site, me interresei a procurar sobre o assunto, pois hoje aconteceu algo inusitado. Ao chegar no meu ambiente de trabalho me deparei com uma gatinha angora, abandonada e mal tratada, me comovi e resolvi acolhe- la aqui mesmo, pois fiquei comovida por ser tao linda e está jogada ao relento, e logo pecebi que ela esta gravida, foi mais um motivo pra tomar a decisao de ficar com ela. Acho muito legal a iniciativa, de adoçao de animais adultos, pois assim como as crianças, eles passam por uma exclusao da sociedade. Sei que apesar que querer mudar essa realidade, nao conseguiria sozinha mais sei que se cada um fazer um pouquinho, o mundo nao teria tantos animais abandonados.Pois assim como nós eles necessitam de um pouco de carinho!

Tania disse...

ADORO GATOS, MAS PROCURAVA UM GATO PRETO POIS SÃO RAROS. ATÉ A BABÁ DAS MINHAS FILHAS TROUXE UM FILHOTE QUE FOI ABANDONADO.LOGO DEPOIS LI EM UMA REVISTA QUE OS GATOS PRETOS ESTÃO SUMINDO, SENDO EXTERMINADOS, POIS AS PESSOAS ASSOCIAM ELES A AZAR E FEITIÇARIA.PERCEBI ISSO QUANDO MINHA VIZINHA SE BENZIA CADA VEZ QUE O VIA. FOI O SUFICIENTE PARA ADORAR MAIS AINDA MEU GATINHO... E COMO SE NÃO BASTASSE ADOTEI A IRMÃ DELE QUE ESTAVA PRENHA, QUANDO OS GATINHOS NASCERAM LEVEI PARA DOAÇÃO NO JARDIM DE ALAH E A MÃE COMO NINGUÉM QUIS, PAGUEI PARA ESTERELIZÁ-LA E HOJE MORA TAMBÉM COMIGO.ACREDITO QUE PODEMOS FAZER UM POUQUINHO E MUDAR O DESTINO DE ALGUM ANIMAL ABANDONADO, POIS O AMOR QUE ELES NOS DEVOLVEM É INFINITO....

Anônimo disse...

Andre.lvs
Olha o cão adotado como foi dito acima, lhe agradece o tempo todo por isso ,ja adotei varios q depois foram para outros lares ,por minha falta de espaço para cria-los mais não podia deixa-los abandonados , atualmente tenho três adotados ,uma delas logo q chegou não parava de nos lamber (era até chato), agora ja não o faz mais , então entendi q era Agradecimento.Isso não tem preço, q esse trabalho maravilhoso de vcs continue.

Anônimo disse...

Já adotei dois animais adultos, um gato e uma cachorrinha, ele tinha 9 anos e ela tem 8. Infelizmente ele já se foi e foi um dos momentos mais tristes de minha vida, mas ela está aqui, nos abençoando e ensinando. Amo meus animais todos, mas o animal adotado adulto já é diferente sim, ele procura se adaptar ao ambiente e devota um amor muito comovente, muito especial, a ligação que se tem com eles é ainda mais forte, até difícil de explicar. Recomendo veementemente.

Carolina disse...

Não sei direiro o que é animal adulto,acabei de tirar da rua uma cadela com aproximadamente 3 anos,segundo o veterinário, e engraçado,li o comentáriod e alguém que eles labem muito,e com ela é assim,ela lambe a gente o tmepo todo,ainda não tem um M~es que ela veio pra cá. Tenho mais tr~es cachorros e está sendo difícil para se adaptar por causa do ciúme dos outros,mas a alegria dela inspira, se eu tivesse espaço,teria pelos menos mais 4 cães...

Anônimo disse...

Concordo que vale mto a pena adotar um animal adulto. Se for bem velhinho, melhor ainda! Eles precisam mto de nós. Só não acho legal ficar listando desvantagens em se adotar um filhote. Tenho certeza que tanto o filhote quanto o adulto e o velhinho serão sempre excelentes companheiros!! Amo todos eles! Bjs!!!

fernanda disse...

Bom, eu passei poir uma situação interessante há alguns anos. Tinhamos 3 cães em casa e infelizmente dosi deles morrerem num período muito curto de tempo. e coincidentemente um vizinho não queria mais um dos seus cães, porque dizia que ele dava muito trabalho, fugia de casa e etc. resolvemos adotá-lo e devo dizer que foi um dos melhores cachorros que ja tive, ele era um fila brasileiro, uma raça de porte grande, mas extremamente dócil e carinhoso. e acreditem sempre que ele via os netos do meu vizinho ficava muito feliz e deixava que fizessem carinho nele, mas nos podiamos deixar o protão aberto, ele não fugiu uma unica vez.

fernanda disse...

Mas vale lembrar ,cães mais velhinhos exigem maiores cuidados, é preciso estar preparado para os gastos e a perda também. O cachorro que falei acima morreu há alguns meses atrás, mas ficamos ao lado dele o tempo todo.

Rosana disse...

adotar é tudo de bom, adotei uma dobermam que vivia na rua e posso dizer que uma cadela igual a ela nunca mais terei, é de uma gratidão enorme, super carinhosa, extremamente limpa, nunca fez suas necesidades em lugar errado,super guardiã da casa e tb nunca avançou em ninguem e vive pacificamente com minhas outras cadelas. Amo-a muito, ela adora um chamego, pede o tempo todo carinho, enfim é o meu amor!!!

Anônimo disse...

A pouco tempo adotei um cachorro que viveu preso durante quase seus dois anos de vida, hoje ele tem uma casa enorme para correr e ele é super carinhoso, logo no 1º dia ele não parava de andar como se fosse minha sombra, eu tinha receio de adotar animais adultos mais, agora vejo que foi o melhor que eu fiz.
Amo meus animais.

Anônimo disse...

Adotei um cachorro adulto o qual ficou preso num quarto por muito tempo, sem conchecer o mundo, esse cachorro lascou a mão do meu marido quando ele foi ira-lo do carro, acredito que não seja uma boa opção adotar um cachorro que já vem com a rotina de um outro la, não importando como foi criado.

Anônimo disse...

Adotar um animal adulto é muito bom, principalmente quando ele já conhece a pessoa que vai adotalo, uma amiga da minha mãe, que tinha 3 gatos, e 4 cães, estava doando um dos seus gatos, pois sua cachorra pit bull não suportava o gato, e tentava matalo frequentemente, eu acredito que a cadela tinha essa agresividade não só com o gato mais com as pessoas da vizinhança por ser um animal não socializado, pois viva prese na corrente por ser muito agressiva, bom eu e a minha mãe adotamos esse gato, ele nos primeiros dias ficou com medo e assustado, mas depois se tornou um gato super docíl, até tinhamos uma namorada para ele, Teca, que na epoca estava no cio, mais infelismente não teve filhotes dele, quando o adotamos ele tinha 3anos, foi em 2008, mias no ano seguinte, ele passou a brigar muito com os gatos dos vizinhos e a procurar mais gatas no cio, e acabou sumindo, ele deichou muitas saldades era preto e branco, e seu nome era Ninho.